quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Do-In / Acupressão

O QUE É ?
O DO-IN é uma técnica de auto-massagem aplicada nos pontos energéticos do nosso corpo, chamados de MERIDIANOS.

O DO-IN tem como herdeiros a acupuntura, o moxabustão e o shiatsu, que são considerados como técnicas para serem aplicadas em curas de moléstias crônicas.

Motivos para utilizar o Do-In.
1-Simplicidade: os únicos equipamentos necessários são os dedos das mãos (polegares preferencialmente mas não obrigatoriamente).
2-Facilidade: as técnicas e as teorias são extremamente fáceis, tanto para se aprender quanto para se aplicar.
3-Eficácia: na maioria das afecções o efeito é instantâneo e duradouro.
4-Ausência de efeitos colaterais.
5-Economia: dispensa o uso de medicamentos e diminui a duração da convalescência.
6-Versatilidade: devido à ausência de equipamentos sofisticados pode ser utilizada em quaisquer circunstâncias ambientais.

ORIGEM

O DO-IN tal como conhecemos hoje teve seu período áureo há cinco mil anos, no reinado de Huang-Ti, a quem se atribui a autoria do livro Nei Ching (Fundamentos da Medicina Chinesa).
A técnica difundiu-se com rapidez por todo o Oriente e no Japão recebeu o nome de DO-IN, que significa o Caminho da Casa (o conhecimento do nosso próprio corpo).


ENERGIA

KI é a energia que flui no Universo, manifestando-se em seus dois aspectos opostos e complementares (negativo e positivo) que são denominados de Yin e Yang.
Para um corpo saudável o KI deve fluir pelo nosso corpo através dos MERIDIANOS de forma harmoniosa. Quando o equilíbrio interno se desfaz o organismo fica debilitado destruindo assim sua imunidade.

O DO-IN é a técnica bastante simples de restabelecer o equilíbrio do KI (Yin e Yang), podendo ser aplicado pela própria pessoa ou uma outra pessoa desde que esteja em melhores condições físicas.

MERIDIANOS

Os MERIDIANOS são canais onde flui o KI sendo determinados por pontos localizados profundamente na pele que captam a energia cósmica.
Os meridianos considerados mais importantes pela medicina chinesa são catorze: doze meridianos principais associados a doze órgãos e dois meridianos extras que funcionam como um reservatório de energia.
Os doze meridianos principais são pares e simétricos, ou seja, se reproduzem dos dois lados do corpo.
Os dois meridianos extras são ímpares, passando verticalmente pelo centro do corpo e regulam o fluxo energético dos outros doze meridianos.

TÉCNICAS

O congestionamento em um determinado ponto do meridiano provoca o excesso ou a deficiência de energia, tanto no meridiano como no órgão a que este se relaciona.
Excesso de Ki: dor, espasmos, quentura, contração, hipertensão, inflamação,convulsão, hiperatividade.
Deficiência de KI: frio, flacidez, hipotensão, suor frio, inchação, paralisia, torpor, e inatividade.

Em caso de distúrbios causados pelo excesso de energia, precisamos SEDAR o ponto de cura. SEDAR significa pressionar profunda e continuamente em intervalos de um segundo o ponto durante tres minutos.
Na deficiência precisamos TONIFICAR o ponto de cura. TONIFICAR significa pressionar repetidamente o ponto durante tres minutos.

ATENÇÃO: Não ultrapasse cinco minutos em cada ponto massageado.
CUIDADOS

Deve-se evitar o tratamento logo após uma refeição pesada, nos casos de problemas cardíacos sérios e massagem abdominal durante a gravidez. Também é contra-indicado em áreas onde existem contusões, erupções ou varizes.

A massagem pode ser aplicada por outra pessoa desde que esta esteja em boas condições físicas e de saúde, pois o massagista transmite sua reserva energética e recebe a energia desequilibrada.

ATENÇÃO: Durante a GRAVIDEZ não pressionar ou massagear o ventre, assim como os pontos BP6 - E36 - IG4 que são pontos ABORTIVOS.


Fonte: http://www.massagemdoin.net
Postar um comentário