domingo, 1 de abril de 2012

JUMP


O Jump fortalece os tecidos ósseos, músculos das pernas , diminuindo as celulites. Melhora a resistência cardiovascular e a capacidade respiratória. Este exercício é feito em um mini-trampolim.

O gasto calórico dos exercícios está relacionado com a condição física inicial do praticante, seu estado de saúde, alimentação e horas de sono. Em uma aula de 30 a 45 minutos, há queima de 300 a 600 calorias.

Coordenação

Jump trabalha a coordenação motora. São aulas de fácil acesso para todas as pessoas, contando com músicas contagiantes e coreografias com diferentes graus de complexidade e intensidade.

Pernas e bumbum
 
Se você quer tonificar os músculos inferiores, não perca as aulas de jump e step. Panturrilhas, coxas e glúteos são trabalhados intensamente durante os movimentos realizados. O melhor disso? Você nem percebe que está numa malhação intensa.

Tome cuidado
 
Se você tem alguma lesão nos joelhos, precisa fortalecer os músculos e as articulações antes de entra no ritmo. O treino de musculação é essencial para isso. Atenção!Não deixe de se alongar bem antes de começar a pular! Na dúvida, fale com o professor antes de encarar.

Efeito colateral
 
Que tal praticar um exercício que tem, como bônus, a tonificação do abdômen? Se você gostou da idéia, então aproveite as aulas de jump e de step. Os músculos do abdômen e os paravertebrais funcionam como estabilizadores na aula de jump, portanto o trabalho em isometria é bastante intenso. Não há um trabalho específico de abdome, mas a musculatura é solicitada , afirma a professora Milena Emídio.

Turma de amigos
 
Além de melhorar o condicionamento, as aulas de jump e step melhoram muito a sua auto-estima. Elas promovem uma socialização, as pessoas se divertem e podem aproveitar uma vida mais ativa e saudável.

Dores após as aulas
 
Os músculos ficam doloridos em função de micro-lesões que ocorrem durante o exercício. A musculatura não adaptada para aquele tipo de treino, número alto de repetições e sobrecarga local são as principais causas. O problema some, em média, após três semanas de prática regular. O importante é não interromper as atividades.

Respiração
 
Na medida que o tempo de aula e a intensidade dos exercícios vão aumentando, a respiração dos alunos torna-se mais intensa e mais rápida, o corpo exige maior captação de oxigênio. A respiração adequada durante uma aula de jump é coordenar a inspiração e a expiração de acordo com a velocidade, intensidade e tempo do exercício. Não há regras para respirar, cada um possui uma capacidade de captação e eliminação de gases. Como os músculos abdominais estarão tensos durante a execução do exercício, a respiração é mais torácica do que abdominal.

Mudança de nível
 
O que muda nas aulas de step, de um nível mais básico para um mais avançado, é o grau de complexidade de coreografia: a combinação de movimentos de braços e pernas, giros e deslocamentos laterais. O tempo de aula também cresce, ultrapassando os 30 minutos.

Drenagem linfática
 
Pular na cama elástica das aulas de jump vale uma massagem, de acordo com a professora. Há benefícios para o tratamento de celulite e também diminuição do inchaço. Os resultados surgem após o terceiro mês de aula.

Fonte: pratique fitness.
Postar um comentário