terça-feira, 27 de março de 2012

Compare os Refrigerantes Light, Diet e Zero

Pergunta 1: Qual refrigerante de baixa caloria é isento de açúcar?
Resposta: Tanto o light quanto o diet.

Nota: As versões light e diet praticamente não apresentam diferenças - ambas são livres de açúcar e livre de calorias - com exceção das versões de frutas que apresentam valor calórico de 5kcal, aproximadamente. Algumas marcas optaram por extinguir no Brasil o título de "diet", já que muitas pessoas acreditavam que a ideia do "diet" era a privação de elementos bons do produto.
Pergunta 2: Refrigerantes light e diet provoca o aumento do peso?  
Resposta: Não

Nota: As bebidas de baixa caloria, sozinhas, não provocam o aumento de peso. Mas, ainda assim, devem ser consumidas com moderação (200 ml por refeição), para não substituir o consumo de outros alimentos e bebidas que sejam mais ricos em nutrientes, como suco de frutas. "Existem alguns estudos em animais que relacionam o edulcorante (adoçante) artificial presente no refrigerante ao aumento de taxas de sobrepeso e obesidade, porém mais pesquisas científicas ainda precisam ser feitas"

Pergunta 3: Quais são as vantagens do refrigerante intitulado "zero"?  
Resposta: São basicamente as mesmas vantagens da versão light ou diet

Nota: Na composição nutricional, ele é muito parecido à versão light e diet, ou seja, também é isento de açúcar e calorias - com exceção das versões de frutas que apresentam valor calórico de 5 Kcal, aproximadamente. O refrigerante diet também possui isenção de açúcar, ficando sem calorias. Já os produtos light precisam ter uma redução mínima de 25% de sódio, gordura ou algum outro componente, mas, no caso do refrigerante, há a remoção total de açúcar, resultando em uma bebida que também é isenta de calorias.

Pergunta 4: Refrigerantes de baixa caloria contêm maiores teores de sódio que a versão tradicional?  

Resposta: Sim

Nota: "Os teores de sódio são mais elevados - podem chegar a mais que o dobro do que os dos refrigerantes tradicionais -, porque servem de adoçantes artificiais utilizados para adoçar essas bebidas", explica Marcella Romanelli. Um copo de refrigerante light ou zero costuma ter 28mg de sódio a cada 200 ml (um copo), enquanto que o refrigerante normal tem por volta de 10 mg. O ciclamato de sódio, um dos adoçantes mais usados, já foi polemizado em diversos estudos com animais, mas ainda faltam conclusões. As empresas de refrigerantes no Brasil devem respeitar as quantidades de adoçantes estipuladas pela Anvisa, que segue a recomendação de 11 mg/kg para o ciclamato de sódio, por exemplo. Isso significa que uma criança de 30 kg poderia consumir diariamente no máximo 330 mg de ciclamatos e um adulto de 60 kg poderia ingerir até 660 mg. Uma garrafa de 600 ml de refrigerante apresenta cerca de 25 mg da substância, ou seja, uma quantidade considerada pequena. 

Pergunta 5: Qual opção abaixo é mais indicada para substituir o refrigerante de baixa caloria?   
Resposta: Suco de polpa

Nota: Os sucos industrializados também são fontes de corantes, aromatizantes e conservantes. Conservantes químicos podem retardar o metabolismo, enquanto o sódio, também utilizado para conservar, aumenta o inchaço do organismo. Há ainda a polêmica de alguns estudos que indicam que o consumo de adoçantes (edulcorantes) pode estar relacionado ao aumento do risco de câncer, apesar de mais estudos ainda serem necessários. "Portanto, a melhor opção é sempre o suco natural, fonte garantida de vitaminas e minerais, que deve ser feito próximo ao horário de consumo para aproveitar todos os nutrientes", recomenda a nutricionista Flávia. Também vale ressaltar que a adição de frutas na composição do refrigerante não faz dele uma bebida mais nutritiva. 

Pergunta 6: Refrigerante light com adição de vitaminas na fórmula pode ser consumido em maior quantidade?   
Resposta: Não, as vantagens são muito pequenas

Nota: Essa versão pode até conter menos sódio, mas as nutricionistas garantem que a adição de vitaminas é muito pequena. "O refrigerante continua pouco nutritivo se comparado a outras bebidas mais saudáveis", comenta Marcella. O consumo dessas versões, portanto, deve ser moderado. 

Pergunta 7: Os refrigerantes de baixa caloria estão liberados na dieta?   
Resposta: Sim, de forma moderada

Nota: A verdade é que o refrigerante não traz benefício algum ao organismo - é consenso entre nutricionistas. Pode até contribuir para hidratar a pessoa, mas água e sucos sempre continuam sendo as melhores opções. "O refrigerante não tem nutrientes, portanto, não agrega nada de positivo à dieta", conta Marcella Romanelli. O problema é que, muitas vezes, a bebida gaseificada substitui uma bebida mais saudável na refeição, como o suco natural, o que pode deixar a pessoa com carência de nutrientes. 

Fonte: msn.minhavida.com.br
 
Postar um comentário